Lira no aniversário da cidade de São Paulo

Documentário será exibido em evento que vai comemorar os 460 anos da capital paulistalirasp

No próximo sábado, dia 25 de janeiro, o documentário Lira Paulistana e a Vanguarda Paulista, de Riba de Castro, será exibido na festa organizada pela Tenda Cultural Ortega y Gasset  – iniciativa ligada a Universidade de São Paulo – em comemoração  aos 460 anos da cidade de São Paulo. A sessão acontecerá às 19 horas, na Rua do Anfiteatro (Praça do Relógio) na USP. A entrada é gratuita.

Além da exibição do documentário do Lira, haverá outras atrações, como os shows de Anelis Assumpção, filha de Itamar, e de Tetê e Alzira Espíndola. A programação completa está disponível no site http://prceu.usp.br/tendaculturalortegaygasset/.

A exibição do documentário Lira Paulistana e a Vanguarda Paulista em uma festa de aniversário de São Paulo é, de certa forma, uma volta dessa turma a esse tipo de evento. O Lira marcou época ao levar artistas para festejarem a data em shows ao ar livre.

Shows de graça e engajamento político

O Grupo Rumo em apresentação na avenida Paulista no ano de 1983 (Foto: Glória Flugel)

O Grupo Rumo em apresentação na avenida Paulista no ano de 1983 (Foto: Glória Flugel)

O primeiro dos shows que o Lira promoveu para comemorar o aniversário de São Paulo aconteceu no ano de 1982, na Praça Benedito Calixto, bem perto do Teatro do Lira, e reuniu artistas como Grupo Rumo, Tetê Espíndola, Premê e Jorge Mautner. No ano seguinte, a festa foi transferida para a Avenida Paulista e contou com Língua de Trapo, Paranga, Pé de Feiticeira, Pé ante pé, Grupo Um, Tiago Araripe, Premê, Rumo, Hermelino e os Santos Football Music.

Em 1984, a comemoração voltou para a Benedito Calixto e entrou com força na campanha Diretas Já. “São Paulo, conte comigo. 430 anos, na idade de votar” foi o slogan escolhido. Entre os participantes, Gianfrancesco Guarnieri, Língua de Trapo, Paulo Barnabé, Deo Lopes, Pau Brasil, Marco Bosco, entre outros.

Comentários

comentários